quarta-feira, 23 de março de 2016

Raízes Aéreas na Lagoa das Braças:

Raízes Aéreas? Sim, elas existem! Várias espécies de árvores que vivem em zonas húmidas, que costumam estar frequentemente alagadas, desenvolveram diversos tipos de raízes aéreas, que crescem acima do nível do solo. Estas raízes têm finalidades diversas, como extrair ar da atmosfera para as raízes subterrâneas (funções respiratórias) ou ajudar a fixar as árvores nos solos pouco consistentes próprios das zonas húmidas.
Hoje apresento aqui algumas fotos tiradas em Fevereiro de 2013, nas matas localizadas no canto Noroeste da Lagoa das Braças (durante uma caminhada matinal), de algumas raízes aéreas dos Ciprestes aí existentes, dos quais eu desconheço o nome científico exacto da sua espécie. Este tipo de raízes aéreas são conhecidos por "Joelhos de Cipreste" ("Cypress Knees").
A Lagoa das Braças (também conhecida por Lagoa das Três Braças ou Lagoa dos Três Braços), é uma lagoa de água doce de origem natural, situada na Freguesia de Quiaios e Concelho da Figueira da Foz. Ocupa uma área aproximada de 20-25 hectares, encontrando-se rodeada por florestas em quase toda a volta, com excepção da sua parte Este, onde existem vários terrenos agrícolas.

Aerial Roots in Lagoa das Braças:

Aerial Roots are tree roots who grow above ground level. They are commom in species of trees from wetlands. Today i present a few pictures of Aerial Roots from Cypresses (in don't know the name of this species of cypress), who are known as "Cypress Knees".

These pictures were taken in the woods of the Northwest corner of Lagoa das Braças, in February of 2013, during a morning hike. The "Lagoa das Braças" (also known as "Lagoa das Três Braças" or "Lagoa dos Três Braços"), is a freshwater lake of natural origin, located in the Civil Parish of Quiaios and the Municipality of Figueira da Foz. This lake has an approximate area of 20-25 hectares (about 49 to 62 acres). It's surrounded by forests almost everywhere, except on the East side, where there are agricultural lands.











Localização / Location:

1 comentário:

Zé Serra disse...

De passagem, deixo um comentário:

Parecem taxódios (Taxodium distichum) e aquelas estruturas designam-se pneumatóforos.
Podem ver-se alguns nas zonas mais húmidas da Mata de Fôja.

Parabéns pelo blog, que nos ajuda a matar saudades da Gândara natal.